Produto digital: o que é e como transformar a sua ideia em receita?

Produto digital: o que é, como criar o seu em 3 etapas e vendê-lo. Guia para iniciantes de uma pessoa experiente e algumas boas dicas.

Com o aumento das oportunidades no mercado digital, a demanda e a oferta de produtos digitais também aumentaram. De acordo com o Shopify Plus de 2019, as vendas globais de comércio eletrônico B2C devem alcançar US$4,5 trilhões até 2021. 

Embora esses produtos estejam se tornando cada vez mais famosos nos dias de hoje, nem todo mundo sabe o que é um produto digital. Você não pode segurar, provar ou sentir um produto digital, mas todos os usam: músicas, vídeos, e-books, cursos online e muito mais.

Esses produtos intangíveis são populares, você não precisa manter estoque e eles não precisam ser transportados: razão para muitos empresários iniciarem um negócio que consiste em produtos digitais. 

O que torna um produto digital ainda mais atraente é o fato de que você só precisa fabricá-lo uma vez e, então, pode vendê-lo indefinidamente sem ter que comprar novos estoques a cada vez. 

Isso os torna ideais para criativos, artistas, professores e freelancers que procuram um fluxo de renda que requer pouco tempo e esforço.

Pensando nisso, trouxemos para você este material, que explica em detalhes o que são e para que servem os produtos digitais e como você pode começar a planejar o seu infoproduto.

Produto digital, o que é?

Um produto digital é um produto criado, vendido e usado digitalmente. Por exemplo, alguns produtos digitais comumente vendidos incluem:

  • e-books;
  • faixas de música;
  • fotografias;
  • podcast exclusivo;
  • webinars;
  • cursos de vídeo;
  • programas (softwares);
  • serviços web;
  • modelos e-mails e sites;
  • gráficos e vetores da web.

Um produto digital geralmente é projetado para compartilhar conteúdo e conhecimento valiosos sobre temas diversos em troca de pagamento para o proprietário do produto. 

Ou seja, embora o produto não seja físico, é virtual e consumido por meio digital e o dinheiro que você ganha com a venda é real.

Por que criar um produto digital?

Mesmo que pareça absurdo, quase todos nós podemos ganhar dinheiro com produtos digitais. Esta é uma ideia de como monetizar o seu talento ou conhecimento que adquiriu na faculdade, durante o período de folga ou nas experiências da vida.

Criar produtos digitais pode ser um negócio rentável. A produção e venda de produtos digitais tem uma série de vantagens inegáveis ​​sobre bens físicos:

  • Facilidade de criação de produtos digitais: qualquer pessoa pode criar um produto digital (escrever um manual, criar um vídeo-curso, etc.).
  • É interessante criar um produto digital: ao criar um produto digital, é possível fazer o que ama, compartilha sua experiência.
  • Baixo custo: via de regra, a criação de um produto digital não exige custos significativos, ou não exige nenhum custo. Conclui-se que o produto digital é altamente lucrativo. Desde que, é claro, seja vendido.
  • Renda passiva: depois de criar um produto digital, há chances de ter lucro por um longo período de tempo.
  • Não há necessidade de entrega da mercadoria: o produto digital não precisa de entrega, pode ser recebido imediatamente após o pagamento.
  • Vendas de afiliados: facilidade de conectar um programa de afiliados para aumentar as vendas. Os usuários interessados ​​estão vendendo seu produto por uma porcentagem das vendas.
  • Promoção gratuita de produtos: com seu próprio site, redes sociais e catálogos de produtos digitais para promover seu produto digital com sucesso.

De acordo com dados do Statista, livros , filmes e jogos são a categoria de produtos com a maior preferência de compra online. Este é outro motivo pelo qual vemos marcas como Spotify, Netflix e Disney + se tornarem cada vez mais populares entre os consumidores.

Como criar o seu produto digital em 3 passos? 

Posso te apresentar o Bruno? 

Bruno levou dois meses para criar seu primeiro produto digital e agora tenta vendê-lo.

Ele pensou, teve uma boa ideia mas, mesmo quatro semanas após o lançamento de seu produto, não fez uma única venda.

Por que isso aconteceu? Porque Johann começou a implementar seu produto digital sem primeiro elaborar uma lista de opções e validar sua ideia.

Ele apenas começou a criar depois que a primeira ideia bateu em sua cabeça. Com isso ele desperdiçou dois meses de seu tempo. 

Vamos mostrar a Bruno o que ele pode fazer melhor da próxima vez.

1. Anote suas ideias

O primeiro passo é pensar numa lista de ideias para um produto digital e anotar todas elas. Não tente avaliar isso de forma alguma. Apenas escreva tudo o que vier à sua cabeça.

Para encontrar ideias de sucesso, considere três áreas:

  • Qual a sua paixão?
  • O que você sabe fazer?
  • A quem se destina?

Qual a sua paixão?

O que aquece o seu coração? O que você realmente gosta? O que você poderia fazer 24 horas por dia?

É importante estar ciente do que lhe dá prazer. Embora qualquer pessoa possa construir um negócio online, isso não significa que seja fácil.

Sempre haverá dias e semanas em que as coisas não saem como planejado. Haverá momentos em que você se perguntará se não deveria conseguir um emprego permanente novamente.

Nestes tempos, sua motivação e visão são seus guias. Para ter sucesso é essencial trabalhar nessas fases. E é por isso que é importante se concentrar em tópicos de que realmente goste.

O que você sabe fazer?

No que você é realmente bom? Isso te permite começar em áreas que simplesmente gosta. 

Tópicos em que você é bom porque lida com eles de maneira particular. Então, no que você é realmente bom? Onde você pode passar algo? Em que tópico você pode apoiar outras pessoas?

A quem de destina?

Quem são as pessoas que se interessam por esta temática e quais os problemas que apresentam?

Aos poucos descobre ideias para seu produto digital. E não só isso, também verá qual formato é o correto.

2. A criação do produto digital

Assim que tiver a sua ideia, é hora de estruturar e desenvolver o conteúdo.

Uma coisa é especialmente importante:

Qual é o problema que o seu produto resolve?

Especialmente com o primeiro produto, por exemplo, um curso online, tendemos a sobrecarregá-lo completamente. Queremos transmitir tudo que sabemos.

Mas isso não ajuda seus clientes.

Uma parte importante do seu produto é que os compradores recebam instruções objetivas e passo a passo.

Escolha um nome de produto

Uma coisa é importante quando se trata do nome do produto. Deve ser conciso.

Isso significa que o nome do produto já deve descrever o produto.

Quando vejo o nome online em algum lugar, devo ser capaz de imaginar algo por baixo dele.

Porque online, nossa atenção não é particularmente alta. Ficamos sobrecarregados com tanta informação que algo precisa chamar nossa atenção para ficar preso nele.

Pode ser mais fácil comercializar posteriormente se escolher um nome de produto conciso.

Defina o preço do produto

Seu produto digital está lentamente tomando forma. No entanto, ainda falta uma coisa: definir o preço do produto.

Para definir o preço, concentre-se em três áreas:

  • Cliente. Como seus clientes se beneficiam do produto? O que muda na vida deles por meio do seu produto?
  • Custos Quais custos operacionais serão incorridos para seu produto (por exemplo, plataforma de curso para um curso online)? Que margem de manobra necessária para comercializar o produto? Menos importante, mas não irrelevante, é o custo de criação do produto. 
  • Mercado. Olhe ao redor do mercado. Que preços cobram as empresas vizinhas por produtos semelhantes?

3. Valide uma ideia com amostra grátis

A sua ideia pode parecer incrível e a qualidade do final do produto digital por ser fantástica, feita com os melhores recursos. Entretanto, com tantos produtos à venda, isso por si só não será suficiente para que o público-alvo compre. 

Especialmente com produtos de preço mais alto você pode fazer um pouco mais de esforço para apresentar o seu produto aos potenciais clientes.

Ofereça aos seus clientes potenciais uma amostra.

Peguemos como exemplo os Freebies (brindes). Eles não são ótimos apenas para atrair assinantes de boletins informativos. Também são perfeitos ​​para validar ideias para produtos digitais, pois as pessoas podem utilizá-los para ter uma ideia do seu produto final.

 

Um brinde geralmente é criado de forma relativamente rápida. Em qualquer caso, muito mais rápido que um produto digital completo. Portanto, eles são perfeitos para validar suas ideias.

O pode ser essa amostra do produto digital?

  • Um capítulo gratuito do seu e-book.
  • Um mês de teste gratuito de sua área de membro.
  • Treinamento gratuito sobre o conteúdo do seu curso online.
  • Um período de avaliação de 14 dias para o seu software.

Isso deve dar a eles a oportunidade de conhecer seu produto.

Mas não só isso! Eles também devem conhecer sua empresa e (para muitos produtos digitais) você também.

Ouse e mostre-se. Quanto mais te conhecerem, mais fácil será para eles desenvolver um relacionamento pessoal. E essa confiança é essencial em cada decisão de compra.

Validação via página de destino

Crie uma página de destino simples (página de vendas) para sua ideia, na qual  descreve sua ideia e oferece às partes interessadas a oportunidade de se colocarem em uma lista de espera.

O melhor a fazer é escrever na página que todos os que se inscrevem agora beneficiam-se de condições especiais para a aquisição do produto. De acordo com o relatório “Cracking the Consumer Code” de 2017 da Salsify, 87% dos compradores avaliam o conteúdo do produto como extremamente ou muito importante quando decidem comprar.

Dessa forma, você cria um nível adicional de validação e pode ter ainda mais certeza de que sua ideia será de grande interesse e, portanto, comprada com alto grau de probabilidade após a publicação.

O passo final, onde vender o seu produto digital?

Certo, agora já estabeleceu estratégias para tornar seu produto digital conhecido e atraente para seu público-alvo. Agora, é claro, também precisa de uma ferramenta com a qual possa vender seu produto digital.

Por fim, trata-se de como disponibilizar seu produto aos clientes.

  • Como você entrega o e-book?
  • Como seus participantes podem consumir as aulas do curso?
  • Como você projeta o programa de coaching em grupo?

Para poder vender produtos digitais online, também é importante encontrar a plataforma certa sua oferta:

  • Site pessoal
  • Bancos de imagem e arte
  • Plataformas de comércio eletrônico
  • Plataformas especializadas

A Chatpay é uma plataforma com funcionalidades ideais para atrair e gerir milhares de compradores em potencial.

Se você está pronto para começar a vender seus próprios produtos digitais online, inscreva-se em nossa plataforma e comece a ganhar dinheiro hoje!



Artigos recentes

Gestão de negócios digitais: como fazer seu negócio decolar?

Saiba o que é empreendedorismo digital, conheça suas vantagens, e confira 7 dicas de gestão de negócios digitais para sua empresa decolar.

Como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro? + 6 dicas

Descubra como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro a partir de 6 dicas e confira algumas ideias incríveis para se inspirar.

O que é YOLO economy? Como ela tem impactado o mercado?

Entenda o que é YOLO economy, os impactos dessa filosofia de “só se vive uma vez” no mercado e a relação com o pós pandemia.

Pronto para começar?

Vamos começarPreços