Lançando o meu primeiro grupo pago no WhatsApp ou no Telegram!

Essa publicação é um guia completo sobre como montar o seu primeiro grupo de sucesso.

Faturar com grupos de WhatsApp já é uma realidade e vamos te ajudar com todos os passos necessários pra ter um programa atrativo, um grupo engajado, vantajoso e lucrativo pra você. Estruturar uma comunidade é simples, mas seguindo o passo a passo abaixo, as chances de ela ter sucesso podem aumentar.

Clareza na proposta do seu grupo.

O usuário precisa ter a clareza de qual conteúdo e o que será entregue dentro da comunidade. Com uma proposta de valor bem estabelecida, além de facilitar o processo de aquisição de mais membros, fica mais evidente pros participantes qual o caminho será percorrido durante a permanência no grupo.

Seja consistente.

Algumas categorias tem mais sinergia, por enquanto, com o processo de aprendizagem via grupos, como por exemplo, Bem-estar/Fitness, Investimentos, Canais de transmissão ou mentorias. Com isso, atente-se SEMPRE ao fator que é o tema abordado no grupo, importantíssimo  manter a consistência do conteúdo que você constrói para os seus membros. Lembre-se que as pessoas que pagaram pra estar ali, querem ouvir sobre aquele assunto, portanto alimente-os.

Objetividade.

Assim que você lançar o grupo, as pessoas precisam ter, de maneira clara na cabeça delas, qual o objetivo está sendo perseguido ali e qual será a entrega.

O que o membro vai obter participando da sua comunidade? Perder peso? Ganhar dinheiro? Aprender a tocar violão? Em quanto tempo? Com objetivo e um prazo pré-determinado, a percepção de valor e engajamento do membro do grupo tende a aumenta.

Um exemplo a ser seguido:

Alessandra Marquiori

undefined

Nicho: Bem-Estar/Fitness

Temas:

1 - Emagrecimento

2 - Jejum Intermitente

3 - Hipertrofia

4 - Especial para Gestantes/Lactantes

Promessas:

undefined

Os grupos da Lelê são ótimos exemplos por conta da clareza do que será entregue para quem for participar dos seus desafios.

Estimule a troca entre os membros.

Um grupo bem sucedido tem em suas características uma em especial, o senso de comunidade. Grupos saudáveis tem uma interação constante entre membros, seja de dicas, informações ou comentários sobre os temas abordados pelo criador.

Essa é a principal diferença com relação a outros info-produtos e o que torna o processo de aprendizagem pelo grupo mais eficaz. No longo prazo, uma comunidade eficiente caminha pelas próprias pernas, o papel do criador com o tempo passa a ser quase como de um mentor.

Tenha um bom plano de conteúdo.

Alguns tópicos que podem ajudar na hora de estruturar o programa:

  • Ebooks. Ter um material de apoio escrito é um ótimo aliado no processo de aprendizagem. Materiais bem diagramados, com mensagens claras e diretas que dão suporte ao que você está tentando ensinar, pode gerar ótimos resultados. É recomendado também a construção de um ebook com o planejamento completo e todas as etapas do seu info-produto. Funciona como ferramenta tanto de boas vindas pros membros como para o acompanhamento dos resultados.
  • Pílulas de conteúdo. Elas podem ser mais elaboradas, em vídeo, apenas com imagem acompanhando ou uma simples mensagem. A vantagem das pílulas é que elas contribuem ativamente para manter a interação dentro do grupo. É importante gerar discussão, estimular a troca de aprendizados ou de resultados entre os membros.
  • Lives e conteúdo extra grupo. Essas ferramentas funcionam não só como instrumentos de marketing e aquisição, mas como combustível para o engajamento dentro dos grupos. Marcar uma live só para os membros (ou não) pode aquecer e muito um determinado tema que está em pauta no grupo, explicar como será o desafio, uma live motivacional ou até mesmo pedir para os membros contarem como tem sido a experiência deles com o programa. Um bom exemplo de gestão de lives e pílulas é a Ísis Moreira que dá cursos de mentorias, ela publica diariamente no seu grupo uma pílula com alguma provocação acompanhada de uma imagem ou um áudio, a discussão começa e ela participa do debate. Com isso ela consegue manter a chama acesa dentro do grupo.

Escolha a plataforma ideal.

WhatsApp e Telegram tem suas particularidades e diferenças entre si. A escolha de qual plataforma utilizar depende de uma série de fatores, mas os dois principais são; a quantidade de membros que você terá e qual nicho você irá atuar.

Para os grupos que demandam maior proximidade, troca entre os membros ou que terá um número limitado de participantes, o WhatsApp pode funcionar melhor. Já para os grupos de investimentos por exemplo, o Telegram pode ser mais eficaz porque você não limita o número de participantes, pode ocultar quem são os outros membros, suporta materiais mais pesados e você pode ter um controle maior do que acontece no gurpo.

Precificando.

Pagar de uma vez só ou modelo de assinatura? Mais uma vez, essa escolha vai depender do modelo do seu produto. Para programas com prazo e resultado delimitado, nos modelos de desafio, faz mais sentido fazer os usuários pagarem pelo curso uma vez apenas. Dessa maneira, o comprometimento aumenta. Já para os grupos onde o conteúdo é mais de recorrência, como uma assessoria de investimentos por exemplo, o modelo de assinatura pode funcionar melhor.

Lembre-se que pra quem está entrando num grupo de investimentos por exemplo, possivelmente o poder aquisitivo é maior do que alguém que está querendo aprender a tocar violão, que é diferente de alguém que está querendo emagrecer. Faça um comparativo com outros cursos no mercado dentro do mesmo nicho que você irá atuar, é um bom começo.

Quais os entregáveis que os membros irão conquistar no seu grupo? Faça esse juízo de valor de quando você for estabelecer um preço, quando os ganhos são mais tangíveis, talvez fique mais fácil fazer a conta de quanto cobrar. Lembre-se sempre da equação de valor:

Valor = custo/benefício.

Pra ajudar temos uma escala de baixa precificação até alta.

Baixa - até R$ 50,00

Média - até R$ 120,00

Alta - R$ 400,00 ou mais

Setup do Grupo.

Descritivo:

Toda boa página de vendas tem uma descrição interessante. Pra fazer um bom descritivo dentro de uma página de vendas, é importante exercitar o poder de síntese que você possui sobre o seu produto. Deixe claro em apenas duas sentenças quem é você o que o usuário vai encontrar ao entrar no grupo.

Imagem:

É fundamental ter um bom design que represente o que você está querendo passar com o lançamento do seu grupo. Se for possível, peça ajuda a um profissional de design. Se você tem um grupo de desafios fitness por exemplo, quais são os códigos que esse nicho usa? Lembre-se que aqui é só uma representação visual da sua marca ou da marca do seu grupo, então nada de encher de informações nesse layout ok?

Dentro do nosso canal no YouTube, temos uma playlist que é muito útil para configurações mais avançadas pra você que está no processo de criação de um grupo. Temos desde como configurar seu perfil até ferramentas mais avançadas.

Pronto, última etapa de construção do seu lançamento. Vendas!

Venda seu peixe.

Agora é hora de contar pro mundo que você tem um grupo pago na internet.

Comece pelo seu entorno, conte pros seus amigos, pra sua família, pros seus seguidores que você está começando um novo negócio. Você pode mandar por mensagem no próprio WhatsApp, por email, no Instagram, no Facebook, LinkedIn e etc. Por onde for, o importante é ter o link de acesso direto pra quem se interessar.

Lembre-se que é importante você ter a sua personalidade sempre presente, dentro e fora do seu grupo. As pessoas vão comprar pelo conteúdo mas também pela maneira como você lida com cada assunto. Seja você mesmo sempre!

A melhor maneira de adquirir novos usuários é com um produto bem estruturado e pessoas falando sobre ele. Quando os membros passam a ver valor no decorrer do desafio, é inevitável que as pessoas passarão a falar sobre o grupo e chamar outras pessoas.

A Lelê, que citamos acima, é um exemplo. Ela não gasta um real em marketing pra atrair novos usuários. Apenas tem um produto de qualidade e uma linguagem clara entre os membros. Você pode inclusive oferecer benefícios para usuários que trouxerem novos membros. Essas estratégias costumam funcionar muito. Mesmo para pessoas que não tem uma audiência tão grande.

Outro caminho para adquirir novos membros é através de Ads. Uma vez estruturado e divulgado pro seu círculo mais próximo, você pode separar um dinheiro e investir na divulgação do seu info-produto. Entendendo melhor onde sua audiência está, você pode testar diferentes abordagens nos canais disponíveis, ver qual mensagem funciona melhor para cada público e aí começar a converter os interessados que vieram através desses canais, em novos compradores. Dentro da ChatPay, temos o caso do Samuel Fialho, que é especialista em Ads, ele tinha uma base de apenas 1000 seguidores, estruturou um bom produto de mentoria para gestores de tráfego e começou a rodar campanhas nas plataformas. Hoje tem 13 mil seguidores e fatura mensalmente por volta de R$30.000,00.

Escute sempre a sua audiência, o universo de consumo de conteúdo pago no WhatsApp e Telegram ainda é muito novo pra muita gente, o importante é começar, aprender e aumentar a sua base.

Chegar antes é uma grande vantagem competitiva!

Artigos recentes

Gestão de negócios digitais: como fazer seu negócio decolar?

Saiba o que é empreendedorismo digital, conheça suas vantagens, e confira 7 dicas de gestão de negócios digitais para sua empresa decolar.

Como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro? + 6 dicas

Descubra como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro a partir de 6 dicas e confira algumas ideias incríveis para se inspirar.

O que é YOLO economy? Como ela tem impactado o mercado?

Entenda o que é YOLO economy, os impactos dessa filosofia de “só se vive uma vez” no mercado e a relação com o pós pandemia.

Pronto para começar?

Vamos começarPreços