Entenda a diferença entre persona e público-alvo

Qual a diferença entre persona e público-alvo? Separamos os dois e explicamos o eterno debate sem complicações.

Como parte do processo de pesquisa e planejamento, precisamos conhecer nosso público-alvo, onde eles estão, do que gostam, como é sua agenda, etc. Criar uma persona nos ajuda a atingir nosso público-alvo e aumentar o engajamento em até seis vezes mais (MarketingInsiderGroup). 

Todas essas informações serão utilizadas no processo de escolha dos canais de mídia, criação de mensagens adequadas e produção de conteúdo, pois de acordo com pesquisa da ITSMA, compradores têm 48% mais probabilidade de considerar fornecedores que fazem marketing direcionado.

Entender as personas é importante para o sucesso das estratégias inbound marketing. Desta vez vamos esclarecer a diferença entre a persona e público-alvo.

Pra começar: o que é público-alvo?

O público-alvo é o grupo de consumidores, com desejos e necessidades, cujas ações de marketing são direcionadas pelas empresas a fim aumentar o conhecimento de seus produtos ou serviços. No livro “Princípios de marketing”, Philip Kotler define como:

“ […] possíveis compradores dos produtos da empresa, usuários atuais, pessoas que decidem ou influenciam; indivíduos, grupos, públicos específicos ou o público em geral. O público-alvo exerce uma influência fundamental nas decisões do comunicador sobre o que, como, quando, onde e para quem dizer.”

A intenção de conhecer o seu público-alvo é saber com quem você se comunicará e atingir o público mais adequado para os serviços ou produtos que você oferece. 

Para vender os seus produtos ou serviços, é necessário entender quem são os seus clientes, quem comprará de ti, quais são os problemas deles e como chegará até eles.

Seu público-alvo é formado pelo agrupamento de pessoas com características semelhantes, que são separados de acordo com quatro critérios:

  1. Demográfico

Os potenciais clientes são agrupados por gênero, idade, etnia, estado civil, se tem filhos ou não. 

  1. Social

São levadas em consideração a escolaridade e especialidade do consumidor, o nível e a fonte de sua renda, bem como as crenças religiosas. 

  1. Geográfico

São analisados o país e região de residência do cliente, a população desta região, indicadores climáticos e econômicos do território de residência.

  1. Psicológico 

A posição do cliente na vida, seus valores, interesses, estilo de vida, se é propenso à prática de esportes e outros hobbies são levados em consideração. 

Exemplo de público-alvo: Digamos que você tenha uma empresa que vende jogos educacionais. Por tanto, seu público pode ser formado por crianças, mães e profissionais da educação.

E a tal de persona, o que é?

Em marketing, persona ou buyer persona, é um personagem “fictício” que representa o seu cliente ideal e é aplicado para desenvolver um projeto ou produto. 

O seu negócio pode ter várias personas diferentes no público-alvo, com cada uma sendo apresentada de forma personalizada e pode ser definida por uma mistura dos seguintes atributos:

  • demográfico;
  • hábitos de compras;
  • localização;
  • função de trabalho;
  • interesse no produto;
  • necessidade de produto.

As personas são vitais para o sucesso do seu negócio porque conduzem as decisões de criação ao atender às necessidades do usuário e colocá-lo na frente do planejamento.

A buyer persona é importante porque, sem saber quem são seus clientes ideais, é muito difícil criar uma estratégia de marketing eficaz para atrair o público em potencial.

Aprenda como criar a persona para o seu negócio em 3 etapas.

Mas tá, e qual diferença entre persona e público-alvo?

Em resumo, pode se dizer que a diferença entre persona e público-alvo é:

Enquanto o público-alvo categoriza os clientes com base na segmentação tradicional, dados geográficos, demográficos e psicográficos, a persona categoriza os usuários com base em detalhes de pessoas reais, características mais profundas e comportamentais, como problemas, experiência, desejos, motivações e objetivos. 

Saiba mais sobre personas, a representação do seu público-alvo ideal no vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=ylpAPNyFUPM 

Relação entre personas e atividades de marketing 

Ao descrever as personas em detalhes como se fossem pessoas reais, você pode identificar o comportamento diário do público-alvo, como as mídias sociais e o conteúdo da web são usados ​​para pesquisa e compra. 

Se você puder alcançar a persona de maneira mais eficaz e fornecer as informações que ela deseja de maneira adequada, a eficácia de suas atividades de marketing aumentará naturalmente, segundo a grande Hubspot, cerca de 55% no que diz respeito ao tráfego de busca orgânica. 

Se pudermos continuar a fornecer conteúdo muito bom para personas, poderemos atrair mais clientes em potencial ideais para a web, mídia social e assim por diante. 

Personas têm potencial para se tornarem bons clientes potenciais e bons clientes no futuro. Exemplos de mídia de informações de marketing que podem ser totalmente utilizadas por personas:

  • Conteúdo web;
  • Blog;
  • Social mídia;
  • Email de marketing;
  • E-books;
  • Palavra-chave de pesquisa;
  • Design;

Tem um grande impacto no efeito de atrair clientes para a mídia e conteúdo para fins de marketing. Ter uma persona possibilita criar conteúdo que é altamente eficaz para atrair clientes e torná-lo um potencial cliente.

Por que você precisa de uma persona na área de marketing?

Um estudo de caso da MarketingSherpa descobriu que buyer personas agregaram o seguinte valor:

  • Um aumento de 900% na duração da visita;
  • Um aumento de 171% na receita gerada pelo marketing;
  • Um aumento de 111% na taxa de abertura de email;
  • Um aumento de 100% no número de páginas visitadas. 

Nas atividades de marketing que fornecem mensagens e informações ao mercado, definir uma persona pode facilmente aumentar a eficácia do marketing, pois:

1. Persona ajuda a fornecer conteúdo preciso

Usar personas para fornecer as informações e o conteúdo que você disponibiliza torna mais fácil atrair os clientes em potencial que você deseja e entregar na web e nas mídias sociais.

Personas permitem que você selecione a mídia adequada e o conteúdo que você deve priorizar em seus esforços de marketing digital.

2. Ter um entendimento comum da persona do seu negócio

No campo do marketing digital, personas não se trata apenas de atrair clientes por meio de conteúdo. Personas ajudam a compartilhar o perfil de cliente ideal com todos os envolvidos na estratégia de marketing.

Principalmente no planejamento de conteúdo na área de marketing B2B, o processo de comportamento de compra dos clientes em potencial torna-se mais claro. As informações sobre a pessoa envolvida na compra e sua função tornam a mídia e o momento em que o conteúdo deve ser fornecido mais realistas.

Use personas para maximizar os resultados de marketing

Se você está a desenvolver ou melhorar um produto ou serviço, realize pesquisas para saber quem é a persona e suas respectivas dores. Ao fazer isso pode se concentrar nas necessidades e nos pontos de melhoria e, como resultado, realizar mais vendas.

Também há desvantagens, por exemplo, se você começar a "criar uma persona por enquanto" sem esclarecer os objetivos de marketing, os meios e o propósito serão anulados e o resultado pode ser esmagador.

A diferença entre persona e público-alvo é que a persona descreve a imagem do cliente com problemas, desejos, necessidades, contexto, motivação e comportamento e o público-alvo é uma representação abrangente do mercado-alvo. 

Como resultado, conhecer a persona do seu negócio levará à melhoria da experiência do usuário ao reduzir a lacuna entre os produtos e serviços da empresa e clientes, e aumentará o número de clientes ideais. 

Agora que sabe a diferença entre persona e público-alvo, que tal criar o seu primeiro grupo no WhatsApp direcionado ao seu cliente ideal no WhatsApp? Comece a utilizar a Chatpay hoje! 


Artigos recentes

Gestão de negócios digitais: como fazer seu negócio decolar?

Saiba o que é empreendedorismo digital, conheça suas vantagens, e confira 7 dicas de gestão de negócios digitais para sua empresa decolar.

Como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro? + 6 dicas

Descubra como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro a partir de 6 dicas e confira algumas ideias incríveis para se inspirar.

O que é YOLO economy? Como ela tem impactado o mercado?

Entenda o que é YOLO economy, os impactos dessa filosofia de “só se vive uma vez” no mercado e a relação com o pós pandemia.

Pronto para começar?

Vamos começarPreços